Autor/a

banner_consello_peq

Categorías

Na estrada do Fórum Social Mundial Palestina Livre
Na estrada do Fórum Social Mundial Palestina Livre

36 países, 158 atividades autogestionadas. A solidariedade com a constrói um fórum em Porto Alegre

1. Mobilização internacional para o FSM Palestina Livre

Delegações de 36 países dos cinco continentes já se inscreveram para o Fórum Social Mundial Palestina Livre, tornando este evento o maior encontro de solidariedade e de movimentos sociais pela Palestina. As delegações dos seguintes países já confirmaram a sua presença: África do Sul, Alemanha, Argentina, Bélgica, , Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Escócia, Espanha, Estados Unidos, Filipinas, França, Gana, Guiné, Índia, Inglaterra, Irã, Israel, Itália, Japão, Jordânia, Líbano, Noruega, Palestina, Paquistão, Paraguai, República Democrática do Congo, Senegal, Suazilândia, Togo, Tunísia, Uruguai, Venezuela.

158 atividades autogestionadas promovidas por organizações de 21 países foram registradas. No momento, a organização do FSM PL está fechando o processo de convergência dessas atividades, que já nos permitem assegurar debates fortes, focados e globais. Estamos ainda mais felizes em ver que uma breve análise das atividades autogestionadas registradas mostra uma coerência impressionante de intenções de solidariedade global. As atividades refletem plenamente os objetivos, as prioridades e as análises do documento de referência elaborado na Palestina para o FSM Palestina Livre.

Quase 3.000 participantes já se inscreveram através do sistema de registro online e muitos(as) mais estão se organizando com os seus movimentos para participar. De todo o Brasil e países vizinhos há grupos organizando ônibus para o transporte a Porto Alegre.

Faça parte do FSM Palestina Livre – Vamos elevar a solidariedade a um novo patamar!

Registre-se agora como participante individual, ligado(a) a uma organização ou veículo de mídia em: http://www.inscricoesfsmpl.rs.gov.br/en (saiba como fazer nas informações abaixo)

2. Grandes palestrantes

Dezenas de palestrantes inspiradores(as), ativistas-chave do movimento de solidariedade global, intelectuais, líderes de movimentos sociais e artistas já confirmaram presença no Fórum Social Mundial Palestina Livre. Veja abaixo alguns exemplos do que está esperando por você durante os dias históricos de Porto Alegre, 28 de novembro – 1 de dezembro de 2012.

Internacionais

Ronnie Kasrils (nascido em 15 de novembro de 1938), político sul-africano, foi ministro de 2004 a 2008 e membro da Comissão Executiva do Comitê Nacional do Congresso Nacional Africano (CNA) de 1987 a 2007, bem como membro do Comitê Central do Partido Comunista Sul-Africano de dezembro de 1986 a 2007. É um dos oradores mais eloqüentes sobre o apartheid israelense, com uma ótica sul-africana: "Na África do Sul – não esqueçamos – houve um tempo em que o mundo compararia o governo a qualquer regime repulsivo tirânico e diria: ’é um lugar onde nunca haverá mudança – estes caras negros não vão ser capazes de remover a tirania do apartheid. Os caras são muito poderosos, os recursos, os militares, a força, o ouro, a riqueza – impossível!’ Mas não para um povo reprimido que nunca disse aceitar o jugo ".

Veja o discurso na íntegra em: http://www.youtube.com/watch?v=g_Cd…

Angela Davis – Seu ativismo e seus estudos nas últimas décadas a aproximaram do povo palestino. Hoje ela está profundamente envolvida na busca de justiça social com os palestinos. Angela sempre enfatizou a importância da construção de comunidades de luta pela justiça econômica, racial e de gênero. Autora de nove livros, ela lecionou nos Estados Unidos, na Europa, na África, na Ásia, na Austrália e na América do Sul.

Para uma apresentação sobre a Palestina ver: http://www.youtube.com/watch?v=IZS2…

Artistas palestinos

Marcel Khalife nasceu em 10 de junho de 1950, em Amchit, no Líbano. Estudou o oud (alaúde árabe) no Conservatório Nacional de Música de Beirute e se formou em 1971. Desde então vem trazendo nova vida para o instrumento. Seu trabalho tem sido aclamado pela crítica, no mundo árabe e internacionalmente. Criatividade, inovações, preocupações políticas e humanitárias fizeram dele um dos heróis musicais da causa palestina. Em junho de 2005 Marcel Khalife foi nomeado Artista da Unesco para a Paz, por sua realização artística e por suas contribuições humanitárias. Ele já se apresentou em alguns dos mais prestigiados salões de música do planeta.

"Nada justifica a nossa arte mais do que falar por aqueles que não podem falar."

Veja uma performance de Marcel Khalife em: http://www.youtube.com/watch?v=PDRK…

DAM Hiphop – A música de DAM é uma fusão única de Oriente e Ocidente, combinando ritmos de percussão árabe, melodias do Oriente Médio e hip hop urbano. A inspiração musical de DAM vem da vida cotidiana em sua cidade natal de Lyd, a 15 minutos de Tel Aviv, entre os jovens da cidade e comunidades vizinhas com programas e oportunidades antes negados aos cidadãos palestinos de Israel. O grupo tem sido destaque na Vibe, National Geographic, Rolling Stone, Q, Basement, Reuters e The New York Times, e já apareceu na MTV, CNN, BBC e Al Jazeera.

Conheça um de seus vídeos musicais: http://www.damrap.com/media/clip/da…

3. FSM Palestina Livre Expandido

Para aqueles que não podem se juntar a nós no Brasil, o Fórum Social Mundial Palestina Livre propõe protestos simultâneos, ações criativas e esforços de mídia em todo o mundo para chamar a atenção para objetivos e estratégias que serão discutidos e promovidos durante o Fórum. Para saber como participar do FSM Palestina Livre Expandido, leia o informe: http://www.wsfpalestine.net/en/call…

Seja parte do FSM Palestina Livre onde quer que você esteja!

4. Fórum Mundial Parlamentar Palestina Livre

"Os membros da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul apoiam o esforço conjunto desenvolvido no Brasil, na Palestina e no mundo para construir o Fórum Social Mundial Palestina Livre em Porto Alegre, de 28 de novembro a 1º de dezembro de 2012. Saudamos e acolhemos o Fórum Parlamentar Mundial Palestina Livre (FPM Palestina livre), que terá lugar na tarde de 30 de novembro, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

[…] Acreditamos que esta é uma oportunidade única e necessária para discussões, troca de idéias e experiências, planejamento estratégico e desenvolvimento de iniciativas parlamentares visando a solução da questão palestina. […] Ao mesmo tempo que a sociedade civil global se reúne para discutir a solidariedade com a Palestina, a contribuição de seus representantes no Parlamento não pode estar ausente."

Para mais informações sobre o programa, como participar e contato com a comissão organizadora do Fórum Parlamentar Mundial, por favor, clique aqui: http://fpmpalestinalivre.blogspot.c…

5. Igrejas e autoridades teológicas apoiam o Fórum Social Mundial Palestina livre

Organizações religiosas estão se mobilizando fortemente para o FSM Livre Palestina. Organizações de base, proeminentes figuras teológicas e do Conselho Mundial de Igrejas apoiam o FSM PL. Leonardo Boff tem manifestado apoio para o FSM PL afirmando que "É nosso dever estar do lado dos palestinos". Nancy Cardoso, pastor metodista do CEBI (Centro Ecumênico da Bíblia), do Rio Grande do Sul, explica os planos para uma jornada religiosa no FSM Palestina Livre: "Nós vemos o FSM Palestina Livre como um espaço fundamental para dar voz aos nossos irmãos e irmãs palestinos da Kairós [organização que reúne os cristãos palestinos] e para aprofundar a discussão sobre a Palestina". Entre as autoridades religiosas até agora confirmadas estão Hanna Atallah, arcebispo de Jerusalém, e o teólogo e professor judeu Marc Ellis.

6. Registo e logística

a) Participantes individuais O registo individual dá aos participantes o direito de participar de toda a programação do Fórum (conferências, workshops e eventos culturais). Para se cadastrar, acesse o link www.inscricoesfsmpl.rs.gov.br e escolha a opção "Participantes individuais". Preencha o formulário e aguarde alguns minutos. Em seguida, verifique seu e-mail e clique no link recebido para ativar o registro (ou copie e cole o link em seu navegador).

Após essa confirmação, você receberá uma mensagem com seu número e todos os detalhes sobre o pagamento da taxa de inscrição.

Nota: se a mensagem com o link de ativação do registro demorar muito a chegar, verifique a caixa de SPAM. Algumas raras vezes servidores bloqueiam este e-mail. Em tais casos, registre-se com um e-mail diferente (tipo gmail, yahoo, hotmail).

b) Organizações e seus integrantes Acesse o site http://www.inscricoesfsmpl.rs.gov.br. Selecione o formulário "Organização" e, logo após, clique no botão "Nova organização".

Registre sua organização e espere alguns minutos. Em seguida, verifique seu e-mail e clique no link recebido para ativar o registro (ou copie e cole o link em seu navegador). Após essa confirmação, volte ao site e registre os participantes.

Nota: se a mensagem com o link de ativação do registro demorar muito a chegar, verifique a caixa de SPAM. Algumas raras vezes servidores bloqueiam este e-mail. Em tais casos, registre-se com um e-mail diferente (tipo gmail, yahoo, hotmail).

c) Inscrição dos delegados (participantes ligados à organização) Cada organização já registrada também pode matricular seus participantes (ou delegados). A fim de fazer isso, depois de receber o e-mail e ativar o registo da organização, por favor volte para o site e escolha "Participantes ligados à organização". Digite o e-mail e a mesma senha usada para registrar a organização (item b, acima).

A taxa de inscrição para a organização permite registrar até cinco delegados. O sistema permite que você registre quantos delegados quiser, mas os delegados adicionais devem pagar a taxa de participante individual.

d) Mídia Profissionais da mídia que cobrirão o evento podem se inscrever diretamente no site, também indicando a mídia para a qual farão a cobertura do evento. Aqueles que estão interessados em participar da cobertura compartilhada devem autorizar a livre reprodução de conteúdos através de licenças Creative Commons ou copyleft.

Atenção: para registrar profissionais da mídia ou freelancers, é obrigatório registrar primeiro o nome do meio de comunicação (que pode ser uma mídia digital individual). A fim de fazer isso, por favor, vá para http://www.inscricoesfsmpl.rs.gov.br e selecione "Veículo de Imprensa/mídia". Registre-se, aguarde alguns minutos e verifique seu e-mail com o link para ativar o registro. Clique no link ou copie e cole no seu navegador. Após a confirmação, volte para o site e registre os meios de comunicação ou profissionais freelancers.

Nota: se a mensagem com o link de ativação do registro demorar muito a chegar, verifique a caixa de SPAM. Algumas raras vezes servidores bloqueiam este e-mail. Em tais casos, registre-se com um e-mail diferente (tipo gmail, yahoo, hotmail).

7. Alojamento em hotel Todas as despesas de hospedagem e alimentação serão custeadas pelos(as) próprios(as) participantes. O Comitê Organizador facilita a busca de alojamento, indicando no site uma lista de hotéis e pousadas baratas (veja a lista de hotéis em http://www.wsfpalestine.net/pt-br/a…).

8. Taxas de inscrição O pagamento da inscrição é um chamado político para a autossustentabilidade do Fórum Social Mundial Palestina Livre, uma contribuição de todas as organizações e indivíduos que participam da construção do evento. Ciente das diferentes condições de pagamento dos participantes, em um cenário de crise econômica e escassez de recursos, o Comitê Organizador do FSM Palestina Livre estipulou taxas diferentes, definidas da seguinte maneira:

– Organizações (direito a até 5 delegados): R $ 200 (US$ 100). Se sua organização enviar mais de cinco delegados, você deve adicionar um extra de R$ 20 (ou US$ 10) para cada delegado adicional. – Participantes individuais: R$ 20 (US$ 10) – Refugiados palestinos: grátis – Confederações sindicais: de R$ 2.000 a R$ 5.000 (US$ 1,000 a US$ 2,500), de acordo com a capacidade.

Organizações e indivíduos não brasileiras(os) podem pagar a inscrição em Porto Alegre. A prova de pagamento pode ser apresentada durante o credenciamento ou dias antes, no escritório do FSM Palestina livre.

9. Cartas para visto O Comitê Organizador brasileiro está em contato com o Ministério das Relações Exteriores para assegurar que embaixadas e consulados brasileiros dos países onde é necessário visto acelerem o processo de emissão de vistos para os participantes do Fórum. Se você precisa de uma carta-convite pessoal, por favor, registra-se on-line para o FSM Palestina Livre e escreva para registration chez wsfpalestine.net, com o assunto "Carta convite para visto". Você deve enviar seu nome completo (como no passaporte), número do passaporte, data de vencimento e nome da cidade do consulado onde você vai solicitar o visto.

Share
 
Courte en longue robe avant, remplissage en couches blanc voile de dentelle, et noir arc taille exagérée entrent en collision les uns avec les autres un nouveau sens de la beauté. Robe De Mariée Ce ne regarde pas des combinaisons particulièrement familières? Anpassade festklänningar webbutik, skräddarsydd för billigt. Style är också särskilt hög. Jag hoppas du gillar, vi tar en titt på de nya 2016 festklänningar festklänningar men också en antydan av modeller bär spets festklänningar känsla Balklänning Robe De Mariée Robe De Mariée Balklänning